Google+ Patinando e Cantando: Janet Lynn e o sinal de Paz e Amor

02/08/2013

Janet Lynn e o sinal de Paz e Amor

Você tira fotos assim, fazendo o sinal V, conhecido como Paz e Amor?


No Japão os mais jovens acham um charme fazer a posição do V, inclinando a cabeça, fazendo caras e bocas, transmitindo uma imagem simpática e extrovertida. Mas você sabe de onde surgiu essa moda?





Esta prática foi influenciada pela patinadora americana Janet Lynn durante a Olimpíada de Inverno em 1972, realizada em Sapporo, Hokkaido. Ela caiu durante sua apresentação, ao fazer um sit-spin, um tombo totalmente inesperado e sem sentido, já que Linn era uma das favoritas, mas após a queda, continuou a sorrir, mesmo quando ela se sentou sobre o gelo. Embora tenha ficado em terceiro lugar na competição, Lynn emocionou os espectadores japoneses, que deram a atleta seu total apoio e respeito. Janet subiu ao pódio para receber a medalha de bronze, que lhe segundo ela, lhe valeu muito mais do que o ouro.
Janet tornou-se uma celebridade no Japão. Como agradecimento ao público, após uma entrevista Janet deixou sua marca num das paredes do estádio Olímpico onde escreveu: "Peace and Love, Janet Lynn, USA.
Então, as fotos da atleta com o sinal V ficaram famosas. Desde a década de 1970 esta atitude se popularizou entre os japoneses na ocasião de tirar fotos no Japão, mas também muito encontrada na Coréia do Sul e em Taiwan (nestes locais, com significado de Vitória).


Assista a belíssima apresentação de Lynn em 1972, o mais belo sorriso (após uma queda) da história daqueles jogos Olímpicos.
Janet Lynn é uma lenda da patinação americana, até os dias de hoje.



Abaixo a entrevista emocionante de Janet Lynn, onde ela diz que a mensagem de esperança que ela deixou ao povo japonês, lhe vale muito mais do que uma medalha.