6 de fev de 2018

Glossário da patinação artística - Elementos Técnicos - Parte II

Continuando a minha série de traduções pra ajudar vocês, que assim como eu são somente fãs do esporte não entendem muito o que os comentaristas falam durante as transmissões, aqui mais alguns termos usados na patinação artística no gelo

Elementos técnicos específicos e componentes

Camel spin (CSp): Giro básico de um pé só, onde o torso do patinador e a perna livre ficam perpendiculares, ou seja, formando a letra T. Existem muitas variações neste spin  diversas posições de corpo.







Choreographic sequence (ChSq): Elemento de combinação de passos ou de conexão de movimentos. Estas sequências têm o mesmo BV e são avaliadas de acordo com o GOE.
Combination spin (CoSp): Uma combinação de spins inclui uma sequência de spins em diferente posições (upright/layback, camel, sit).



Composition (CO): Onde os juízes avaliam o programa com um todo: uso do espaço, combinação de elementos, corordenação e sincronia com a música, graça, elegância, originalidade, etc
Connecting/transitional elements: Uma variedadade de elementos básicos da patinação, que servem como transições e para preencher espaços e dar mais beleza ao programa. Não pontuam no BV por si só, mas são amplamente usados nos programas. Elementos comuns são spirals (avião), spreadeagles (meia lua), hydroblades (sonja), cantilevers, split jumps
Dance lift: Elemento do ice dance onde o patinador levanta a parceira e a tira do gelo, executando spins e passos. Ao contrário dos pares, onde a maioria dos levantamentos são acima da cabeça, no  ice dance, os levantamentos limitam-se abaixo da altura da cabeça. Existem quatro tipos de dance lifts: straight-line lift, curve lift, rotational lift, e stationary lift. Dance lifts são elementos de BV  1-4 de acordo com a dificuldade.







Death spiral (Ds): Elemento exclusivo dos pares, onde o patinador, apoia-se em um toepick como pivot  enquanto segura sua parceira por uma das mãos, e esta gira em torno dele, horizontalmente, paralela ao gelo. Death spirals são elementos de alto grau de dificuldade e pontuam de 1-4.




Edge jumps: São saltos sem auxílio de toepick, quando o patinador sai do gelo sem auxílio: salchowloop e axel




Jump combination: Quando dois ou mais saltos são executados em sequência de maneira rápida, sem pausas entre eles, onde a posição final de um do primeiro salto, já e a posição de saída do segundo salto e assim por diante. O BV de sequências de saltos é a soma de todos eles, combinados com o GOE. É permitido, atualmente combinar até 3 saltos em sequência







Jump sequence: Um pouco diferente de Jump Combination. Neste caso um passo ou uma transição aparece entre os saltos. O eixo de finalização do salto, não precisa ser necessariamente o mesmo da entrada do próximo salto. O BV corresponde a 80% da soma dos saltos na sequência. Esta sequência pode ter 3 saltos. O GOE é baseado numa escala de valores de saltos.

Layback spin (LSp): Giro de um pé só, onde as costas do patinador, ficam arqueadas para trás ou para a lateral. Geralmente layback spins incluem braços para trás ou segurando a perna do ar.



Pair lift: Levantamento, elemento exclusivo dos pares, onde o patinador levanta a parceira acima de sua cabeça enquanto executa spins e outros elementos. Estes levantamentos tem alto valor de pontuação.


Pattern dance: Sequência específica de passos no SD do ice dance. Esse "desenho" varia a cada temporada. Podem ser Rhumba, Paso Doble, Quickstep, Yankee Polka, Blues, Argentine Tango, waltz, etc
Performance (PE): Neste caso, os juízes avaliam o programa como um todo, a parte artística, a dança, a sintonia, o envolvimento, a reação que causa no público e a postura e qualidade dos movimentos entre os parceiros.



Sit spin:  Posição de spin onde o patinador se abaixa sobre um pé só e a perna livre, fica paralela ao solo, como se estivesse sentado. Existem muitas variações e combinações se sit spins
Skating Skills (SS): Componente de pontuação do programa onde é avaliado o domínio dos conceitos básicos: eixos, precisão dos spins e passos, leveza, habilidade, velocidade, variação de direção de movimentos, etc
Spiral: Elemento conhecido como avião, onde o patinador levanta uma das pernas para trás, acima da altura do quadril. Este elemento não tem pontuação, mas é amplamente usado em programas, principalmente femininos.
Throw jump: Salto lançado. Elemento exclusivo dos pares, onde o patinador, lança a parceira para um salto. Throw jumps são os que mais valem pontos em competições de pares. Existem seis tipos de saltos lançados. (estou devendo um post sobre isso, eu sei)



Toe jumps: Saltos onde o patinador utiliza o topepick de um dos pés para sair do gelo. São eles: toe loopflip, e o lutz (falei sobre flip e lutz aqui)

Twist: Conhecido oficialmente como twist lift. Elemento exclusivo dos pares (eu costumo chamar os pares de duplas de levantamento), onde a parceira é lançada ao ar, e executa rotações antes de ser pega novamente pela cintura, por seu parceiro, e então é colocada no gelo sob um pé. Atualmente, os pares executam triplos e quádruplos twists. Quanto mais rotações da parceira no ar, maior o BV. Twists também é um elemento de alto valor de pontuação de 1-4.



Twizzle: Elemento do Ice Dance, onde ambos patinadores, giram num pé só, lado a lado em sincronismo e alternam os movimentos agregando dificuldade. Geralmente executam sequeências de dois a três twizzles por programa, alternando as direções da rotação. Twizzles podem ser executados em solos e pares como transições de sequencia de passos, mas não contam como elementos individuais. Twizzles no ice dance são pontuados por grau de dificuldade 1-4.
Upright spin (USp): Giro básico de um pé só, onde o torso do patinador fica na posição vertical para cima. A perna livre, pode ser no ar nas mais diversas posições ou em volta da perna de apoio. Upright spins incluem scratch spinsBiellmann spinsI-spinsY-spins, etc. Upright spins 


É claro que este glossário não está completo. Patinação artística e muito mais complexa e complicada do que muitos podem imaginar e não pode ser resumida a meia dúzia de termos aqui colocados.


PS
EU, Susana, jamais pronuncio ou escrevo a palavra corrupio para designar os spins, ê palavrinha feia usada na patinação artística sobre rodas. SOCORRO! Eu me recuso! É spin ou giro!


Amanhã tem a parte III

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Patine conosco, deixe seu comentário